Notícias

Nota 4: rumo ao conceito máximo

  • 30-04-2021
  • Universidade de Vassouras

Reitor da Universidade de Vassouras, o professor Marco Antônio Soares de Souza comentou, esta semana, o conceito 4 da instituição no Índice Geral de Cursos, divulgado anualmente pelo INEP (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Anísio Teixeira), autarquia federal vinculada ao MEC e responsável por avaliar as Instituições de Ensino Superior.

                O Índice Geral de Cursos (IGC) é um indicador de qualidade que leva em consideração o conjunto dos resultados obtidos pelos cursos de Graduação, Mestrado e Doutorado de uma Instituição de Ensino Superior. Divulgado anualmente pelo MEC, o IGC agrupa e expressa, num único indicador, todo o conjunto de ações, investimentos em infraestrutura, qualificação e dedicação do corpo docente, nível de aprendizado dos alunos, entre outras questões, de uma Instituição de Ensino Superior.

                “Em uma escala crescente, que vai de 1 a 5, a nota 4 indica que a Universidade de Vassouras vem, ao longo dos últimos anos, construindo uma trajetória ascendente em busca de excelência em Ensino, Pesquisa e Extensão”, afirma o Reitor Marco Antônio Soares de Souza. Ele lembra ainda a importância de diferenciar universidades de centros universitários e faculdades, já que as exigências que recaem sobre as universidades são substancialmente maiores que as direcionadas a quem não tem esta titulação. “As Universidades estão, obrigatoriamente, ancoradas em um tripé que envolve o Ensino, a Pesquisa e a Extensão, o que as obriga, por exemplo, a ofertar regularmente programas de Mestrado e Doutorado, além de um pesado investimento em pesquisa, laboratórios especializados, professores doutores e estímulo à Iniciação Científica. Tais exigências não são impostas aos Centros Universitários e Faculdades”.

                Marco Antônio Soares de Souza destaca o fato de, em toda a região, Vassouras ter a única universidade privada. “Por sermos a única universidade privada da nossa região, o conceito 4, portanto, nos coloca em posição de destaque, haja visto que neste último ranking, apenas 2,22% das Instituição de Ensino Superior obtiveram a nota máxima, 5. Nesta nossa trajetória, passamos alguns anos enquadrados na nota 3, onde estão agrupadas, hoje, 63,77% das Instituições de Ensino Superior brasileiras. Ao atingirmos o conceito 4, portanto, demonstramos que estamos a caminho do seleto grupo das Universidades brasileiras que possuem o conceito cinco. Mais do que motivos para comemorarmos, esta nota nos traz um imenso e prazeroso compromisso, pois nos obriga ao aprimoramento contínuo da nossa qualidade institucional, não apenas para nos mantermos neste patamar, mas, também, para atingirmos em breve o conceito máximo. Continuaremos trabalhando, incansavelmente, para isso”, encerra o Reitor.

Cadastre-se em nossa newsletter e receba novidades!